Meu processo

Processo: Fr777 -- 27 Dez 19:36:04 2011

Em 1894, madame Bastian, faxineira da embaixada alemã em Paris, descobriu uma carta comprometedora no cesto do lixo do adido militar alemão. Madame Bastian entregou os papéis aos serviços secretos franceses, que concluíram pela existência de um traidor entre os oficiais. Alfred Dreyfus, um oficial judeu, foi considerado o principal suspeito e levado a julgamento.

Processo: Fr777 -- 27 Dez 19:36:56 2011

Em novembro de 1894, Dreyfus foi condenado a cumprir pena de prisão perpétua na Ilha do Diabo, Guiana Francesa.

Processo: Fr777 -- 27 Dez 19:37:20 2011

Em 1898, evidências da inocência de Dreyfus possibilitaram um segundo julgamento. A permanência da sentença levou o escritor Emile Zola a escrever a famosa carta aberta ao Presidente Félix Faure, intitulada J'accuse!

Processo: Fr777 -- 27 Dez 19:37:50 2011

Uma revisão do processo de Dreyfus em 1906 mostrou que Charles Esterhazy, outro major do exército, fora o verdadeiro autor das cartas. Dreyfus foi restabelecido no exército.